Tradener amplia portfólio de geração com compra de fatia em PCH

Empresa disse que está preparada para investir R$ 220 milhões em projetos de geração de energia de fontes eólicas, PCH's e solar

Da Agência CanalEnergia 
05/10/2017

A comercializadora de energia Tradener fechou contrato com a Atlantic Energias Renováveis para aquisição de 67,5% da participação societária na PCH Rondinha (SC-9,6MW), localizada em Passos Maia. O restante da sociedade pertence à Celesc. A usina está em operação comercial desde 2014 e tem capacidade de geração suficiente para atender 18,5 mil unidades consumidoras e uma população de aproximadamente 70 mil habitantes. O valor do negócio não foi divulgado.

“A aquisição dessa participação na PCH Rondinha faz parte da estratégia da Tradener de, nos próximos cinco anos, ter 50% da carteira de comercialização com energia própria”, disse Walfrido Avila, presidente da Tradener, em nota divulgada para a imprensa nesta quinta-feira, 5 de outubro.

A negociação foi feita com fundo de investimentos controlado pela Tradener, empresa com atuação no ambiente de contratação livre e que agora começa a aumentar a sua carteira de energia própria para comercialização no mercado livre de energia elétrica. A Tradener também está investindo na construção da PCH Tamboril, localizada em Goiás, que terá 15,8 MW de potência. Os investimentos são da ordem de R$ 110 milhões e a usina começará a fornecer energia ao mercado livre a partir de março de 2020 por pelo menos 30 anos.

Somente neste ano, a Tradener disse que está preparada para investir R$ 220 milhões em projetos de geração de energia de fontes eólicas, PCH’s e paineis fotovoltaicos de última geração. “Sem dúvida focamos a sustentabilidade. São fontes com menor impacto ambiental que não dependem de licitação do governo federal, se aplicadas no mercado livre de energia”, explicou Avila.