Terna coloca em operação LT no RS

LT Santa Maria 3 – Santo Ângelo 2 fica pronta dois meses antes do previsto e vai ajudar a escoar energia de projetos eólicos

Da Agência CanalEnergia 
16/10/2018

Através da subsidiária Santa Maria Transmissora de Energia, a Terna anunciou a conclusão das obras e o início da operação da linha Santa Maria 3 – Santo Ângelo 2, no Rio Grande do Sul. Com 158 quilômetros de extensão e 230 kV, a linha é importante para o estado do Rio Grande do Sul, contribuindo para a integração da energia gerada por fontes renováveis ao Sistema Interligado Nacional, especialmente a energia eólica produzida nas plantas localizadas na Região Sul do País.

A nova linha entra em operação dois meses antes da data acordada com a Agência Nacional de Energia Elétrica e pouco mais de um ano depois que a Terna adquiriu duas concessões com duração de 30 anos no Brasil. Em 26 de junho do ano passado, depois de vencer o leilão internacional realizado pela Aneel, a companhia assinou o acordo que consiste na construção, operação e manutenção de duas linhas de transmissão. A segunda linha, com 500 kV e 350 quilômetros de extensão, está em fase de construção no Mato Grosso e deverá entrar em operação dentro de alguns meses. O total dos investimentos da Terna nos dois projetos é de € 160 milhões de euros.

O CEO da Terna, Luigi Ferraris, se mostrou feliz pela linha já ter entrado em operação com dois meses de antecedência em relação ao cronograma. Segundo ele, o projeto representa um importante passo para a Terna no Brasil e está totalmente alinhado à estratégia internacional de investimentos, permitindo capitalizar o conhecimento tecnológico adquirido no seu core business, mantendo o perfil de risco e compromissos financeiros globais inalterados.