SPEs da Eletrobras começam a ser vendidas em outubro

Objetivo da empresa é finalizar todo o processo de negociação em até seis meses. Expectativa é arrecadar R$ 5 bi

Pedro Aurélio Teixeira Da Agência CanalEnergia 
28/09/2017

Do Rio de Janeiro

A Eletrobras pretende iniciar no mês que vem o processo de venda de participação em suas Sociedades de Propósito Específico. De acordo com o presidente da estatal, Wilson Ferreira Junior, a intenção é que a Eletrobras venda 77 dessas SPEs, que representam empreendimentos eólicos e linhas de transmissão. Das 178 sociedades listadas, algumas foram incorporadas e outras foram encerradas, o que leva ao número de 77. Ferreira Junior acredita que em seis meses o processo de venda esteja concluído. A expectativa de arrecadação é de até R$ 5 bilhões.

A venda das SPEs é mais uma das etapas do plano de reestruturação da Eletrobras. Elas pertenciam inicialmente a Chesf, Furnas, Eletronorte e Eletrosul, em que a participação na sociedade não ia além de 49%. Esse limite, que retirava das subsidiárias o papel de maior sócia, as deixavam livres para desenvolver projetos com os parceiros com maior agilidade, sem as amarras da lei das licitações.

O atual presidente da estatal criticou esse alto número de SPEs em que o grupo Eletrobras era parceiro dos mais variados players de mercado. Segundo ele, teria sido melhor que a empresa tivesse menos projetos, porém tendo a sua propriedade integral. A rentabilidade financeira desses projetos também foi alvo de reclamações. “De 70% a 80% deles tem taxa de retorno abaixo do que é considerado no plano de negócios da empresa”, frisa.