RN estuda criar comercializadora de energia

Estado tem buscado destravar licenciamentos para viabilizar mais projetos em leilões

Da Agência CanalEnergia 
30/08/2017

O governo do Rio Grande do Norte estuda a criação de uma comercializadora de energia. A decisão foi anunciada pelo governador do estado Robinson Faria (PSD), na abertura da oitava edição do Brazil Wind Power, no Rio de Janeiro (RJ). De acordo com ele, os estudos estão sendo conduzidos pela secretaria de desenvolvimento econômico e deve ser similar ao feito pelo estado de Pernambuco, que fez um leilão regional e abriu uma comercializadora para fomentar a fonte solar no estado.

Faria também revelou que o estado já concedeu licença para o projeto de transmissão da Esperanza Transmissora. A linha com mais de 200 quilômetros vai escoar a energia de parques eólicos para fora do estado. Por conta de atraso nesse empreendimento, o estado ficaria de fora do leilão de reserva de 2016, caso ele fosse realizado. Segundo o governador, a grande maioria das licenças emitidas no Rio Grande do Norte foram viabilizadas na sua gestão, destravando investimentos no estado. “Licenciamento era um paradigma no estado e hoje não é mais”, explica.

O Rio Grande do Norte é o estado com maior número de usinas eólicas em operação. São 129 parques instalados que somam 3,54 GW de energia. Players como CPFL Renováveis, Copel, Voltalia, Força Eólica Brasileira e Contour Global tem ativos no estado.