Renova termina 2018 com prejuízo de R$ 856,2 milhões

No quarto trimestre, resultado negativo ficou em R$ 369 milhões

Da Agência CanalEnergia 
28/03/2019

A Renova Energia encerrou o ano de 2018 com prejuízo de R$ 856, 2 milhões. O resultado negativo é menor que o registrado em 2017, de R$ 1,1 bilhão. A receita operacional líquida da geradora ficou em R$ 709,9 milhões, caindo 3,3% na comparação com a de 2017. O Ebitda da Renova em 2018 ficou negativo em R$ 486,4 milhões, melhorando 34,3% em relação ao de 2017, negativo em R$ 739,8 milhões. Na última semana, a Renova teve o aval da Cemig para aceitar proposta da AES Tietê para a compra do complexo eólico Alto Sertão 3, na Bahia.

No quarto trimestre, a empresa teve prejuízo de R$ 369 milhões, menor que o do ano anterior, de R$ 939 milhões. A receita operacional caiu 34,2%, ficando em 136,6 milhões. O Ebitda no último trimestre do ano ficou negativo em R$ 304,8 milhões, enquanto o do ano anterior foi de R$ 840 milhões. De acordo com a Renova, o valor do Ebitda veio devido aos custos com compra de energia necessário para atender os contratos de venda.

Ao fim do quarto trimestre, o passivo total da Renova é de R$ 1,4 bilhão, sendo que R$ 896 milhões vencem no curto prazo. A dívida financeira bruta consolidada é de R$ 412 milhões, o passivo com partes relacionadas é de R$ 621 milhões, com fornecedores de R$ 49 milhões e os outros passivos somam R$ 325 milhões.