Quatro centrais eólicas no RN são aprovadas como prioritárias

De acordo com despachos do MME, empresas responsáveis pelos empreendimentos terão agora uma série de compromissos

Da Agência CanalEnergia Negócios e Empresas
20/03/2017

O Ministério de Minas e Energia aprovou na última sexta-feira, 17 de março, em despachos publicados no Diário Oficial da União, quatro centrais eólicas como prioritárias: EOL Pedra Rajada II (RN - 20 MW), da Gestamp Eólica Pedra Rajada II S.A.; EOL Jericó (RN - 32,9 MW), da Central Eólica JAU S.A.; EOL Umbuzeiros (RN - 32,9 MW), da Central Eólica JAU S.A.; e a EOL Aroeira (RN - 32,9 MW), da Central Eólica JAU S.A.

De acordo com os despachos, as empresas responsáveis pelos empreendimentos terão agora uma série de compromissos, entre os quais informar à Agência Nacional de Energia Elétrica sobre as composições societárias e prover informações quando da emissão de debêntures. O MME vai acompanhar casos em que a implantação dos projetos sofra atrasos maiores que um ano, ou que as outorgas de geração sejam extintas.