Projeto do Senado permite participação de usinas híbridas em leilões regulados

Proposta foi aprovada na Comissão de Meio Ambiente, mas ainda terá que passar pela Comissão de Infraestrutura

Da Agência CanalEnergia 
13/06/2017

A Comissão de Meio Ambiente do Senado aprovou nesta terça-feira,  13 de junho, projeto de lei que permite a contratação em leilões regulados de energia elétrica gerada por usinas híbridas, que têm mais uma fonte de geração. A proposta do senador Hélio José (PMDB-DF) estabelece que empreendimentos de geração existentes  de fonte renovável poderão aumentar sua garantia física com o acréscimo de capacidade de geração a partir de outras renováveis.

O PLS 107/2017 altera dispositivo da Lei 10.848, de 2004, que instituiu o atual modelo de  comercialização de energia.  Ele permite a contratação no ACR de projetos que combinam mais de um tipo de usina, como hidrelétricas com painéis solares instalados nos reservatórios, ou parques eólicos combinados com instalações fotovoltaicas. Para o senador, a combinação de mais de um tipo de projeto reduz a desvantagem das chamadas fontes intermitentes de energia elétrica e pode tornar a produção  dos empreendimentos mais constante ao longo do tempo. A proposta vai ser votada em seguida na Comissão de Infraestrutura do Senado.