Procel Edifica abre chamada pública para 2018

Interessados poderão se inscrever até o dia 2 de abril

Pedro Aurélio Teixeira Da Agência CanalEnergia
19/02/2018

A Eletrobras abriu chamada pública para seleção de beneficiários para atividades relacionadas a eficiência energética em edificações. A chamada vai ser por meio do Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica e o período para entrega das inscrições e documentos para habilitação vai de 28 de fevereiro até 2 de abril às 17h. Os interessados devem verificar as condições necessárias para participação neste link no site da Eletrobras. O objetivo da chamada é selecionar empresas ou agentes, de todo o país, em três grupos: empresas de construção civil, operadoras de edificações existentes e empresas com edificações horizontalizadas, com grande área de cobertura ou de telhado, como shopping centers, grandes varejistas e grandes universidades.

De acordo com a Eletrobras, as ações oferecidas serão específicas para cada grupo. As construtoras e incorporadoras receberão  serviços de consultoria e assessoria para promoção de eficientização energética em projetos de edificações comerciais ou residenciais, que deverão receber o Selo Procel Edificações. Já para as empresas de administração predial e facilities, o Procel Edifica oferece serviços de consultoria e assessoria para promoção de eficientização da operação de edificações corporativas em uso, através da realização de Diagnósticos de Desempenho Energético Operacional de Edificações e avaliação da percepção de conforto do usuário. Para os proprietários de edificações horizontalizadas com grande área de cobertura, estão reservados serviços de consultoria e projeto para promoção de eficientização energética de coberturas de edificações, vinculada à instalação de micro usinas de geração distribuída de energia termossolar ou fotovoltaica.

O segmento de edificações é responsável por aproximadamente metade da energia consumida no país. As ações previstas na chamada consideram o potencial de eficiência energética para novos projetos de edificações; o potencial de eficientização da operação de edificações existentes; além da aplicação da geração distribuída associada à eficiência energética.