PLD médio anual em 2019 deve ficar em R$ 142/ MWh no SE/CO, segundo CCEE

Projeção de PLD no submercado na primeira semana do ano é de R$ 136,43/ MWh

Da Agência CanalEnergia 
02/01/2019

Projeções da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica indicam que em 2019 o PLD médio anual no Submercado Sudeste/Centro-Oeste deverá ficar em R$ 142/ MWh, sendo que em novembro e dezembro eles ficam em R$ 120/ MWh e R$ 89/ MWh, respectivamente. O valor é maior que previsto para 2018, de R$ 288/ MWh. A projeção foi apresentada no InfoPLD desta semana, apresentado nesta segunda-feira, 2 de janeiro.

Na apresentação, foi sinalizado que o preço na primeira semana do ano deverá subir nos submercados Sudeste/ Centro-Oeste e Sul, saltando dos R$ 78,96/ MWh para 136,43/ MWh, além do Norte, em que ele sobe de R$ 51,61/ MWh para R$ 53,86/ MWh. No submercado Nordeste o PLD cai de R$ 71,13/ MWh para R$ 53,86. Em janeiro, a expectativa é de afluências acima da média. No Sudeste, espera-se 82%; no Sul, 80%; no Nordeste, 87% e no Norte, de 105%.

Em dezembro de 2018, a carga do Sistema Interligado Nacional realizou mais 669 MW med acima do previsto pelo PMO do mês. No final do ano, a energia armazenada teve aumento em todos os submercados, com exceção do Sul, em que os 59,4% representaram queda de 10,3%. No Sudeste/Centro-Oeste, o índice subiu 3,5, ficando em 3,5%. No Nordeste, ela ficou em 40%, com o maior aumento, de 9,9%. Já no Norte, o crescimento é de 5%, com valor final de 27,3%.

O ajuste do Mecanismo de Realocação de Energia ficou em 81,6%. Em dezembro, ele chegou a 99,4%, sendo que para repactuação, ele foi de 92,5%, com previsão para janeiro de 100,4%. Para janeiro de 2019, os encargos de serviços do sistema devem ficar em R$ 64 milhões. Em dezembro de 2018 eles chegaram a R$ 419 milhões. O aumento das chuvas levou a uma redução na geração eólica, o que acabou por elevar os encargos.