Plano de negócios da Eletrobras pode incluir venda de participações

Parques eólicos e linhas de transmissão estão em análise. Grandes usinas não estão em estudo, mas também não foram descartadas

Sueli Montenegro Negócios e Empresas
14/09/2016

O plano de negócios que a Eletrobras espera anunciar em outubro pode incluir a eventual venda de participações em parques eólicos e linhas de transmissão. A saída da estatal de grandes empreendimentos como Santo Antonio, Jirau e Belo Monte, não está sendo analisada no momento, mas também não está descartada, afirmou o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, nesta quarta-feira, 14 de setembro. Coelho lembrou que a Chesf, por exemplo, tem 110 obras de geração e transmissão, mas apenas dez estão em andamento.

A estatal vai receber nos próximos oito anos R$ 25 bilhões em indenização por instalações de transmissão existentes em 31 de maio de 2000. Coelho comentou que recentemente a Eletrobras recebeu do Tesouro um aporte de cerca de R$ 1 bilhão e  há um esforço em curso para arrumar a casa, o que inclui venda de ativos e também medidas de redução de custos.