Omega Geração aprova emissão de R$ 775 milhões

Empresa também anunciou que Andrea Sztajn vai ocupar Diretorias Financeira e de Relações com Investidores

Da Agência CanalEnergia 
31/01/2019

A Omega Geração informou, em comunicado ao mercado na última quarta-feira (30), que aprovou a primeira emissão de debêntures da empresa no modo simples, não conversíveis em ações, em até quatro séries. A emissão terá um valor total de R$ 775 milhões, com prazo de cinco a oito anos. O volume de cada série ainda vai ser definido. De acordo com a empresa, os recursos captados em três emissões poderão ser usados na compra de 13 eólicas do Complexo Assuruá e no resgate antecipado da totalidade das notas promissórias da primeira emissão da Companhia. Já os recursos da quarta série vão para reembolso de investimentos feitos na construção de quatro centrais eólicas no município de Paulino Neves (108 MW – MA).

A operação vai ser liderada pelo banco BTG Bactual juntamente com o BB Banco de Investimento. Além da emissão, a empresa também anunciou que o Conselho de Administração elegeu Andrea Sztajn para os cargos de Diretora Financeira e Diretora de Relações com Investidores, os quais ela vai acumular até 3 de maio de 2019, quando se encerra o prazo de gestão em curso. Ela assume após a renúncia de Marcelo Campos Habibe. Andrea Sztajn juntou-se à Omega Geração em 2014, como diretora de M&A e Investimentos, tendo liderado o IPO da Companhia concluído em julho de 2017, além das aquisições feitas ao  longo do ano passado.

Foi anunciada ainda uma reorganização societária entre a empresa e a Omega Desenvolvimento IV Fundo de Investimento em Participações, Lambda 3 Fundo de Investimento em Participações Multiestratégia e Omega Desenvolvimento Maranhão Fundo de Investimento em Participações Multiestratégia, com a interveniência da Delta 5 Energia e da Delta 6 Energia. O objetivo é a incorporação pela Omega Geração da Delta 5 e 6, em todos os direitos e obrigações, incluindo os relacionados aos  projetos eólicos delas.