MME enquadra térmica de 363,2 MW como produtor independente no Maranhão

UTE da Parnaíba Geração irá demandar cerca de R$ 1 bilhão em investimentos, com as obras indo até 2024. Ministério também aprovou três eólicas da EDP Renováveis

Agência CanalEnergia 
08/02/2019

O Ministério de Minas e Energia autorizou a operação como produtor independente de energia da usina termelétrica Parnaíba 5A e 5B, localizada no município de Santo Antônio dos Lopes, Maranhão. A UTE, que também foi confirmada pelo MME como projeto prioritário e enquadrada junto ao Reidi, é dividida de forma societária, com 70% pertencente à Parnaíba Participações e 30% da Eneva.

A usina prevê duas unidades geradoras a vapor, cada uma com 181,6 MW, num total de 363,2 MW em ciclo combinado, utilizando gás natural como combustível principal. O período de execução das obras tem previsão para começar em julho de 2021, indo até janeiro de 2024. O projeto irá demandar aproximadamente R$ 1 bilhão em investimentos, sem contar a incidência de impostos.

O Ministério também deu provimento à solicitação da EDP Renováveis e autorizou a operação de três eólicas: Monte Verde III (58,9 MW) V (24,2 MW) e IV (111,4 MW), cujas obras começam em maio de 2023 e seguem até começo de 2024, com respectivos investimentos na ordem de R$ 187,5 milhões, R$ 79,1 milhões e R$ 111,4 milhões, sem contar a cobrança de taxas.