MME assina outorgas para construção de 53 usinas

Projetos venderam energia no leilão A-6/2018; investimento está estimado em R$ 6,8 bilhões

Da Agência CanalEnergia 
18/02/2019

O Ministério de Minas e Energia (MME) concluiu a assinatura dos 53 empreendimentos vencedores do leilão de energia nova A-6, realizado em agosto de 2018. A soma dos projetos totaliza R$ 6,8 bilhões em investimento e 1,57 GW em capacidade instalada. A expectativa é que 8 mil empregos diretos sejam gerados durante a fase de construção das usinas.

Com os deságios apresentados no leilão, estima-se uma economia a R$ 20,8 bilhões ao longo da duração dos contratos, que variam de 20 a 30 anos. Nove estados serão contemplados com os empreendimentos, são eles: Bahia (17 usinas), Goiás (uma usina), Maranhão (uma usina), Minas Gerais (duas usinas), Mato Grosso (uma usina), Paraná (duas usinas), Rio Grande do Norte (27 usinas), Santa Catarina (uma usina) e São Paulo (uma usina). O prazo de entrada de operação comercial das usinas é em janeiro de 2024.

Dos 53 empreendimentos outorgados, 44 correspondem à geração de energia eólica, dois de geração térmica – sendo um a gás natural e outro à biomassa – e sete geradoras de energia hidráulica – sendo três Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCH) e quatro Centrais de Geração Hidrelétrica (CGH).