MME aprova EOL da Enerfín como produtor independente

Obras em usina no Rio Grande do Norte vão até 2024 e irão demandar um montante aproximado de R$ 317,1 milhões em investimentos

Da Agência CanalEnergia 
15/02/2019

O Ministério de Minas e Energia acatou a solicitação da Enerfín Enervento Exterior e determinou a operação como produtor independente de energia da central eólica São Fernando 2, localizada em São Bento do Norte, no Rio Grande do Norte. A deliberação refere-se à portaria nº 120, publicada pelo MME.

A usina, que também foi confirmada pelo Ministério como projeto prioritário e enquadrada junto ao Reidi, prevê uma capacidade instalada de 69,3 MW distribuída em 21 aerogeradores de 3,3 MW. O período de execução das obras começa em fevereiro de 2023 e tem previsão de término para janeiro de 2024. O investimento estimado para o projeto, segundo o cronograma do mesmo, é da ordem de R$ 317,1 milhões, sem contar a incidência de impostos.