Leilão negocia 1,4GW em energia renovável na Colômbia

Energia foi negociada a US$ 15,1/MWh, que corresponde a R$ 57,56/MWh

Da Agência CanalEnergia 
18/03/2019

Pela primeira vez, o governo colombiano promoveu um Leilão de Atribuição de Obrigações de Energia Firme com a participação das fontes eólica e solar, representando um grande marco para a Colômbia em 2019. Foram contratados 1,4 GW em projetos de geração de energia renovável, para entrega no período de 2022 a 2023. A contratante foi a empresa colombiana XM. Energia foi negociada a US$ 15,1/MWh, que corresponde a R$ 57,56/MWh. O leilão foi realizado em 28 de fevereiro.

Sediada em Medellín, a XM é uma empresa especializada no gerenciamento de sistemas elétricos em tempo real. Essa gestão consiste no planejamento, projeto, otimização, comissionamento, operação, administração ou gestão de sistemas transacionais ou plataformas tecnológicas, que envolvem a troca de informações com valor agregado e mercados para bens e serviços relacionados. A empresa é integrante do grupo ISA Capital que, por meio de suas 30 filiais e subsidiárias, foca suas atividades nos negócios de transporte de energia elétrica, telecomunicações, concessões viárias e gestão inteligente de sistemas de tempo real na Colômbia, Brasil, Peru, Chile, Bolívia, Equador, Argentina, Panamá e América Central.

A empresa brasileira de tecnologia Paradigma Business Solutions foi responsável pela realização do leilão. Além de ser a primeira experiência da XM no modelo SaaS (Software as a Service) com a Paradigma, este leilão é o primeiro em que matrizes renováveis são incorporadas na pasta de Atribuição de Obrigações de Energia Firme. Paulo Ramos, gerente comercial na Paradigma, participou do evento e destaca que a operação “foi um grande sucesso, alcançando grau máximo de satisfação do cliente que obteve um resultado vertical para todas as fontes de energia”.

A Paradigma Business Solutions já realizou leilões para a XM em 2008 e 2011, além de ter contado com a presença dos diretores da empresa colombiana em edições do evento anual Paradigma Meeting. Em 2008, a Paradigma customizou uma ferramenta de leilão de energia para a XM e, a partir daí, o produto foi sendo aprimorado para atender ao evento de 2011 e, agora, passou por nova readequação para atender ao leilão de 2019. Essa é uma prestação de serviço complexa, pois demanda customização de sistema de transação de negócio com as regras locais atualizadas, multi-idiomas, sistemáticas distintas e com alto grau de performance, segurança e escalabilidade.

“A decisão da XM escolher a Paradigma para atuar novamente neste processo demonstra o quão flexível e inovadora é a nossa plataforma e, a partir do modelo brasileiro, pode atender outras demandas do mercado latino”, declara Andréa Boudeville, CEO e diretora da vertical de energia da Paradigma.