Ibama emite licença de instalação para complexo eólico da Eletrosul

Projeto de 482 MW tem expectativa de receber cerca de R$ 3 bilhões em investimentos

Da Agência CanalEnergia Meio Ambiente
23/08/2016

O Ibama emitiu a licença de instalação para o complexo Eólico Coxilha Negra, da Eletrosul. Com potência de 482 MW, é considerado um dos maiores empreendimentos eólicos do Brasil, com expectativa de receber R$ 3 bilhões em investimentos. O projeto está localizado em Sant'ana do Livramento, no Rio Grande do Sul, na fronteira do Brasil com o Uruguai, e ocupará uma área de 12.641 hectares, com 241 aerogeradores de 2 MW cada. Quando em operação, o parque eólico terá capacidade de geração suficiente para abastecer 2,8 milhões de habitantes.

  A definição da planta leva em conta uma série de variáveis socioambientais, a partir das quais são definidas restrições absolutas ou parciais para a instalação de aerogeradores, acessos ou estruturas auxiliares em determinadas áreas. Nos trechos sem restrição, os projetistas têm liberdade para posicionar as máquinas de modo a minimizar custos e melhorar a eficiência. Monitoramento prévio da fauna, com periodicidade mensal e duração de um ano, permitiu identificar os padrões de ocupação da área pelos diversos grupos de animais. Também foram mapeados os locais de ocorrência de cactáceas endêmicas ou ameaçadas.

  O Ibama informou que a solicitação de LI para a Central Geradora Eólica Fronteira Sul – Módulos I, II e III, em área adjacente ao PE Coxilha Negra, com capacidade de geração de 72,9 MW e 27 aerogeradores, ainda está em análise. O processo segue as mesmas diretrizes de licenciamento usadas até o momento.