Geração da Neoenergia aumenta 12,2% até junho

Segundo dados da empresa, o consumo em suas 4 distribuidoras apresenta aumento de 1,1% nos seis primeiros meses de 2018 quando comparado a 2017

Da Agência CanalEnergia 
13/07/2018

O volume de energia gerada pela Neoenergia aumentou 12,2% nos seis primeiros meses de 2018 quando comparado a 2017. De acordo com dados divulgados pela sua controladora, a espanhola Iberdrola, foram 8.418 GWh. A maior parcela, com 75% desse volume de fontes renováveis, sendo a fonte hidráulica a maior com 5.510 GWh, ou 65% do total, a eólica respondeu por 800 GWh, 10% do total e os 2.108 GWh foram gerados pro térmicas.

Na base trimestral a expansão de abril a junho foi mais acentuada com  3.953 GWh, crescimento de 16,3% quando comparado ao mesmo período do ano passado. Embora a divisão por fonte esteja no mesmo patamar da produção semestral, as renováveis responderam por um aumento de 21%.

A capacidade instalada da empresa continuou a mesma do que em 2017, com 3.223 MW, sendo 516 MW em eólicas, 2.174 MW em hidráulicas e 533 MW de térmicas. No segmento de distribuição o consumo registrou aumento de 1,1% na base semestral nas 4 distribuidoras que controla. O maior crescimento  ficou na Elektro com 3,8% com 9.281 GWh. A outra expansão ficou com a Coelba, de 0,6% e 11.741 GWh. Já na Cosern houve a maior queda com 1,3% a menos do que em 2017. Já na Celpe a queda foi de 0,1%. No trimestre encerrado em junho o crescimento ficou em 1,5%, sendo crescimento de 5,1% na Elektro, de 0,9% na Coelba,, de 0,2% na Celpe e a única queda ficou na Cosern com 3,6%. Todos indicadores na comparação com o mesmo período de 2017.