GE apresenta aerogerador de 4,8 MW no Brasil

Unidade geradora possui rotor de 158 m de diâmetro, sendo projetada para atingir a maior taxa de produção anual de energia da indústria onshore

Agência CanalEnergia 
09/08/2018

A GE Renewable Energy apresentou na última quarta-feira, 8 de agosto, o equipamento mais eficiente do grupo no Brasil até o momento. Trata-se de um aerogerador, que, além do design inovador de suas pás, conta com um rotor de 158 metros, o maior do segmento. A unidade otimiza a produção de energia, reduzindo o custo para clientes.

“A 4.8-158 é um passo importante em tecnologia e eficiência de turbinas, visto ser adequada para uma diversidade de velocidade de ventos, assim como para leilões vistos no Brasil e em outros países do mundo “, explicou Vikas Anand, líder da GE Onshore Wind Business para Américas. “Estamos muito satisfeitos em lançar esta turbina no Brasil. A máquina é adequada para as necessidades específicas de vento do país, além de ser uma região importante para os planos de crescimento da GE Renewable Energy”, completa.

A turbina eólica de 4,8 MW, a primeira entrada onshore da GE no espaço de 4 MW, foi lançada pela primeira vez no ano passado. Hoje encontra-se equipada com um rotor de 158 metros, podendo medir até 240 metros de altura. A combinação de um rotor maior e torres altas permite que o aerogerador aproveite a força do vento e produza mais energia. A turbina mais recente da empresa apresenta também lâminas de alta tecnologia, cargas e controles aprimorados e torres mais altas e econômicas.

As pás de carbono de 77 metros de comprimento, que reforçam a inovação de materiais da LM Wind Power, são as mais longas já produzidas pela empresa. O carbono traz flexibilidade, permitindo que a GE ofereça aos seus clientes um produto de alta eficiência, enquanto continua a reduzir o LCOE (Custo Nivelado de Energia). As pás também apresentam um dos menores diâmetros de parafuso círculo, mantendo custos reduzidos de fabricação e logística.

O modelo utiliza o melhor das plataformas de 2MW e 3MW da companhia, incluindo o sistema elétrico comprovado DFIG (gerador de indução duplamente alimentado) e uma robusta arquitetura de transmissão. O cabeçote da máquina recém-projetado reduz as necessidades de um guindaste maior, ao mesmo tempo em que facilita os reparos na torre e a solução de problemas com seu sistema elétrico de torre integrado.

A turbina terrestre mais potente da GE foi construída para alavancar a inteligência coletada de toda a frota de mais de 30 mil unidades eólicas da empresa. Os dados analisados ​​a partir desta grande base instalada alimentam a turbina apresentada com o sistema de controle da empresa. Utilizando os principais aplicativos da Predix da GE, incluindo soluções de Asset Performance Management (APM), Cybersecurity e Business Optimization (BO), os clientes obtêm resultados de negócios, incluindo a extensão do ciclo de vida dos parques eólicos e a melhoria da economia agrícola.