Falha na transmissão deixa 12 estados temporariamente sem energia

Queimadas afetaram a rede e provocaram a separação dos subsistemas Norte e Nordeste do SIN; cargas já foram recompostas, disse ONS

Wagner Freire Operação e Manutenção
30/08/2016

Uma falha no sistema de transmissão desencadeou um corte seletivo de energia nesta terça-feira, 30 de agosto, afetando 12 Estados nas regiões Norte e Nordeste, informou o Operador Nacional do Sistema Elétrico em nota à imprensa. Houve cortes parciais de suprimento a consumidores nos estados do Amazonas, Pará, Amapá, Tocantins, Maranhão, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia.   Segundo informações dos agentes, disse o ONS, "os desligamentos foram provocados por queimadas de grandes proporções na região". As cargas já foram totalmente recompostas por volta das 14 horas.   De acordo com o ONS, tudo começou às 12:14 horas quando ocorreu o desligamento automático do circuito 3 da LT Miracema-Colinas (500 kV), de propriedade da transmissora Intesa. Às 12:49, os circuitos 1 e 2 da mesma linha, pertencentes à Eletronorte e Taesa, respectivamente, assim como a LT Rio das Éguas-Bom Jesus da Lapa II (500 kV), da Taesa, também foram desligadas automaticamente.   Essa sequência de ocorrências provocaram a separação dos subsistemas Norte e Nordeste do restante do Sistema Interligado Nacional. Em consequência da queda da frequência, houve o desligamento automático de cerca de 2.300 MW de geração, sendo 1.700 MW relativos às usinas térmicas e 600 MW de eólicas, detallhou o ONS.   A correta atuação do Esquema Regional de Alívio de Carga (ERAC) promoveu novos cortes de carga para reequilibrar a geração e a demanda. De acordo com o sistema de supervisão do ONS, houve a interrupção de 3.500 MW de carga, sendo 2.700 MW na região Nordeste (26% de carga total dessa região) e de cerca de 800 MW na região Norte (14% da carga total dessa região).   A interligação entre os dois sistemas foi recomposta às 13:07, com o religamento do circuito 2 da linha Miracema – Colinas. Em seguida, foram religados os circuitos 1 e 3. Às 13:21, foi religada a linha de transmissão Rio das Éguas – Bom Jesus da Lapa II. Às 13:40, todo o processo de recomposição das cargas já estava encerrado, informou o Operador. "O ONS se reunirá com os agentes envolvidos para analisar a ocorrência."