Engie vende duas eólicas e uma PCH para CEP por R$ 391,8 milhões

Valores envolvem endividamento líquido estimado de R$ 85,4 milhões das EOLs Beberibe e Pedra do Sal e da PCH Areia Branca

Da Agência CanalEnergia Negócios e Empresas
23/12/2016

O conselho de administração da Engie Brasil Energia aprovou nesta sexta-feira, 23 de dezembro, a venda das usinas eólicas Beberibe (CE-25,6 MW) e Pedra do Sal (PI-18 MW) e da Pequena Central Hidrelétrica Areia Branca (MG-19,8 MW) para a Companhia Energética de Petrolina (CEP). Segundo a Engie, o negócio está avaliado em R$ 391,8 milhões, sendo R$ 85,4 milhões referentes ao endividamento liquido estimado.

“Esta operação integra a nossa estratégia de priorizar a expansão em ativos que ofereçam maior grau de sinergia entre si”, afirmou o presidente da Engie Brasil Energia, Eduardo Sattamini, em nota à imprensa. A CEP é uma companhia que opera no setor elétrico brasileiro desde 2002 por meio da UTE Petrolina. Tem como controladores os grupos Incospal, Coimex e Vale do Lobo, todos com amplo histórico de investimentos no Brasil.

A conclusão da operação, que contou com a assessoria financeira exclusiva do Banco ABC Brasil, está sujeita ao atendimento de determinadas condições previstas no contrato, incluindo a aprovação prévia do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).