Engie prepara captação de R$ 1,6 bilhão com emissão de debêntures incentivadas

Recursos serão alocados em projetos de energia solar, eólica e hidrelétrica

Da Agência CanalEnergia 
02/07/2019

A geradora de energia Engie comunicou o mercado que prepara uma emissão de debêntures incentivadas, em até quatro séries, com o propósito de captar R$ 1,6 bilhão no mercado de dívida. Esse tipo de papel goza de benefício fiscal para investidores pessoa física. Serão emitidos 1,6 milhão de papéis, com valor unitário de R$ 1 mil cada. Essa será a nona emissão da companhia, segundo comunicado divulgado na última segunda-feira, 1º de julho.

A taxa de remuneração de cada série será definida após o processo de coleta de intensão de investimentos. O banco Santander será o coordenador da operação, em conjunto com o Bradesco BBI, Itaú BBA, J. Safra e BB Investimento e Bradesco.

Segundo a Engie, os recursos líquidos captados serão alocados no reembolso de gastos e despesas ou dívidas relacionadas aos projetos UFV Assu V (30 MW), no Rio Grande do Norte, ao complexo eólico Umburanas (101 MW) na Bahia, ao projeto das hidrelétricas Miranda (408 MW) e Jaguara (424 MW), localizados entre os estados de Minas Gerais e São Paulo.