Divulgada primeira revisão das margens de escoamento para o A-4

Documento é indispensável para a efetiva concretização dos acessos dos vencedores do leilão de energia nova A-4

Da Agência CanalEnergia 
21/05/2019

A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) divulgou a primeira revisão da Nota Técnica nº46/2019 que aponta as disponibilidades física para conexão de novos empreendimentos considerando a rede existente e futuras ampliações. O documento, elaborado em parceria com o Operador Nacional do Sistema (ONS), é indispensável para se chegar aos resultados conclusivos da análise, tendo em vista a efetiva concretização dos acessos dos vencedores do leilão de energia nova A-4/2019, programado para ser realizado em 28 de junho.

O certame é destinado à compra de energia de empreendimentos de fonte hídrica, eólica, solar fotovoltaica e termelétrica a biomassa, com entrega a partir de 2023. Serão negociados contratos por quantidade de 30 anos para hidrelétricas e de 20 anos para usinas eólicas e solares. Para as térmicas, a contratação de 2o anos será por disponibilidade.

Dos 1.581 empreendimentos cadastrados na Empresa de Pesquisa Energética, 751 são de projetos fotovoltaicos, que totalizam 26.253 MW (51,3%) dos 51.201 MW inscritos para o certame. A fonte eólica também cadastrou 751 empreendimentos, com 23.110 MW de potência instalada (45,1% do total). Usinas a biomassa têm 19 projetos com 1.039 MW cadastrados; pequenas centrais hidrelétricas 44, com 606 MW; usinas hidrelétricas entre 30 e 50 MW quatro, com 164 MW; centrais geradoras 12, com 32 MW.