BNDES libera R$ 674 milhões para financiar eólicas e hidrelétrica

Recursos serão utilizados na construção dos complexos eólicos Cutia e Bento Miguel e da hidrelétrica Baixo Iguaçu

Da Agência CanalEnergia 
29/11/2018

O BNDES liberou R$ 674 milhões para financiar 13 usinas eólicas e uma hidrelétrica, informou a paranaense Copel GT em comunicado divulgado na última quarta-feira, 28 de novembro. Segundo a companhia, dos R$ 619,4 milhões contratados para os complexos de Cutia e Bento Miguel, foram liberados R$ 513 milhões. Além disso, o banco disponibilizou R$ 161 milhões dos R$ 194 milhões contratados para a hidrelétrica de Baixo Iguaçu, empreendimento no qual a Copel tem participação de 30%.

Ambos contratos de financiamento preveem amortização em 192 parcelas (vencimento em 16 anos) e carência de 6 meses. A implantação do complexo eólico Cutia e Bento Miguel, os quais são formados por 13 parques eólicos, localizados no Rio Grande do Norte, totalizam 312,9 MW de capacidade instalada.

A hidrelétrica Baixo Iguaçu, construída pelo Consórcio Empreendedor Baixo Iguaçu – CEBI, tem potência instalada de 350,2 MW e garantia física de 171,3 MW médios e está localizado no Rio Iguaçu, entre os municípios de Capanema e de Capitão Leônidas Marques, e entre a UHE Governador José Richa e o Parque Nacional do Iguaçu, no Estado do Paraná. O outro sócio é a Neoenergia.