Aneel revoga autorizações de parques eólicos da Renova

Empresa solicitou extinção amigável das outorgas, mas agência decidiu abrir processo que pode resultar na execução das garantias por descumprimento de contrato

Sueli Montenegro Da Agência CanalEnergia
03/04/2018

De Brasília

A Agência Nacional de Energia Elétrica revogou a pedido as autorizações das centrais eólicas Unha D’Anta, Saboeiro e Jurema Preta, da Renova Energia. A Aneel decidiu abrir processo para a eventual aplicação de penalidades, o que pode resultar na execução das garantias de fiel cumprimento depositadas pela empresa. Os projetos eólicos ficariam localizadas nos municípios de Caetité e Igaporã, na Bahia, mas tiveram seu cronograma de implantação comprometidos.

As usinas foram outorgadas em 2015 às empresas Centrais Eólicas Unha D’Anta e Centrais Elétricas Itaparica, controladas pela Renova. Em 15 de fevereiro de 2017, a controladora pediu a revogação amigável das autorizações, sem a aplicação de penalidades, com o argumento de que as  SPEs não negociaram energia em leilões regulados e nem tinham contrato de conexão.