Aneel revoga autorizações de oito eólicas e de uma usina fotovoltaica

Penalidade foi aplicada por atrasos nos cronogramas de implantação dos empreendimentos

Da Agência CanalEnergia 
19/09/2017

A Agência Nacional de Energia Elétrica revogou as autorizações de oito parques eólicos e de uma usina solar fototovoltaica por atrasos nos cronogramas de implantação dos empreendimentos. O processo de extinção das outorgas havia sido suspenso pela Aneel até a  realização do leilão de descontratação de energia de reserva, mas foi retomado porque os empreendedores não conseguiram negociar a revogação dos contratos no certame. O leilão realizado no dia 28 de agosto descontratou 183,2 MW médios em contratos de energia de reserva.

A decisão da Aneel atinge as centrais geradoras eólicas Araras, Garças, Lagoa Seca, Vento do Oeste, Ventos de Santa Rosa, Ventos de Santo Inácio, Ventos de São Geraldo, Ventos de São Sebastião, todas da Energimp; e a Central Geradora Fotovoltaica Inharé I.  As empresas responsáveis pelos projetos devem ser punidas com a execução das garantias de fiel cumprimento aportadas nos leilões  de energia de reserva de que foram vencedoras. Elas também estão sujeitas à aplicação de outras penalidades previstas nos editais dos certames.