Aneel libera fotovoltaicas da Solar Energia para operação comercial

Agência também autorizou sete eólicas da Enel Green para testes, somando 210 MW

Da Agência CanalEnergia 
12/09/2017

A Agência Nacional de Energia Elétrica liberou para operação comercial a usina solar fotovoltaica Sertão 1, de titularidade da Solar Energia, a partir de 9 de setembro, segundo despacho publicado pela Aneel na última segunda-feira, 11. A usina poderá testar as unidades geradoras UG1 de 1.791,3 kW, e UG2 a UG10 de 3.134,3 kW cada, totalizando 30 MW de capacidade instalada, localizada no município de João Costa (PI).

Em São João do Piauí (PI) fica outra usina da Solar Energia liberada pelo órgão regulador. Trata-se da UFV Sobral 1, que poderá operar comercialmente as unidades UG1 de 1.791,3 kW, e UG2 a UG10 de 3.134,3 kW cada, num total 30 MW de capacidade.

Ainda no Piauí, a EOL Ventos de Santa Edwiges também recebeu autorização junto a Agência e vai operar em regime comercial as unidades UG1, UG2, UG7 e UG9 a UG11, de 2,7 MW cada, constituindo 16,2 MW de capacidade no município de Caldeirão Grande do Piauí (PI).

A Aneel também autorizou para operação comercial a UTE F&S AgriSolutions, que compreende a unidade UG1 de 18 MW, situada em Lucas do Rio Verde (MT). Outra liberada é a CGH Ingá Mirim, com sua unidade geradora UG1 e UG2, de 500 kW cada, totalizando 1 MW, localizada no município de Durandé (MG).

Quanto a autorização para testes, a Aneel deu provimento a solicitação da Enel Green Power relativo a sete usinas de geração eólica denominadas Nova Olinda, de 8 a 14. Todas as usinas possuem o mesmo números de aerogeradores, 32, de 937,5 kW cada, formando 30 MW de capacidade instalada, totalizando 210 MW, situadas no município de Ribeira do Piauí (PI). A eólica Pedra Rajada também foi liberada e poderá testar suas unidades UG7 a UG10, de 2 MW cada, totalizando 8 MW de capacidade. O empreendimento fica no município de Cerro Corá (RN).