ABiogás entra para o Programa de Certificação de Energia Renovável

Ingresso da associação fortalece iniciativa de fomento ao mercado de fontes limpas e sustentáveis. Para 2019, estimativa é atingir 3 milhões de certificados

Da Agência CanalEnergia 
01/03/2019

A Associação Brasileira de Biogás e de Biometano (ABiogás) é o mais novo parceiro do Programa de Certificação de Energia Renovável (REC), que tem como objetivo fomentar o mercado de energia renovável e com alto valor agregado de sustentabilidade.

O Programa está em franco crescimento no país, tendo chegado à marca de 1,3 milhão de certificados transacionados em 2018, valor cinco vezes superior ao comercializado em 2017. Para este ano, a estimativa é atingir 3 milhões de certificados. Com os RECs, as empresas podem exercer seu poder de escolha sobre os atributos ambientais da energia adquirida.

Coordenado pelo Instituto Totum, que é o emitente local dos certificados RECs Brazil, a iniciativa é da Associação Brasileira de Geração de Energia Limpa (Abragel) e da Associação Brasileira de Energia Eólica (Abeeólica), e conta também com a parceria da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) e da Associação Brasileira das Comercializadoras de Energia Elétrica (Abraceel).

A união das associações mostra a força o uso das fontes limpas de energia e o crescente interesse das empresas pelo mercado. Para Alessandro Gardemann, presidente da ABiogás, “para uma demanda empresarial, nada mais compreensível do que a busca por energia certificada. É uma garantia de quem compra e também de quem vende, garantindo a qualidade do produto e seu impacto no desenvolvimento sustentável”, sustentou.

O presidente do Totum, Fernando Giachini Lopes, afirmou que a entrada da ABiogás no Programa é” muito importante para o desenvolvimento e amadurecimento do mercado no país”. Segundo ele, quanto mais entidades representativas da área de energia renovável apoiarem a iniciativa, maior o reconhecimento do Programa, que tem garantido o aumento consistente do mercado de RECs no Brasil.