MME define usinas da Canadian Solar como produtores independentes

Obras nas UFVs Lavras 3 e 4 vão até 2022, cada uma somando R$ 165,6 milhões em investimentos. Ministério também confirmou térmica do Grupo Cerradão

Da Agência CanalEnergia 
28/08/2018

O Ministério de Minas e Energia confirmou a operação como produtor independente de energia de duas usinas de geração solar denominadas Lavras 3 e 4, ambas localizadas no Ceará. As UFVs, que também foram definidas pelo MME como projetos prioritários e enquadradas junto ao Reidi, são de posse da Canadian Solar, e todas tem 24 MW de capacidade prevista. O cronograma dos projetos vai de abril de 2021 até janeiro de 2022, com cada usina demandando cerca de R$ 165,6 milhões em investimentos, sem contar a incidência de impostos.

Nos mesmos moldes, o Ministério autorizou um projeto do Grupo Cerradão, controlado pela JP Andrade Agropecuária Ltda. e pela Holding Queiroz de Queiroz Ltda, para a termelétrica Cerradão 2, com 40 MW de potência e localizada em Minas Gerais, no município de Frutal. O prazo de cumprimento das obras vai de junho deste ano até abril de 2020, e irá requerer um aporte de aproximadamente R$ 19 milhões, sem levar em consideração as taxas.