Goiás Solar completa 200 dias com mais de 300 projetos viabilizados

Parte da política regional de incremento à fonte, programa habitacional se prepara para entregar mil residências com geração distribuída

Da Agência CanalEnergia 
16/10/2017

Gerido pela Secretaria Estadual de Cidades e Meio Ambiente, o Programa Goiás Solar comemora 200 dias com resultados expressivos. De acordo com a superintendente de Energia, Telecomunicações e Infraestrutura, Danúsia Arantes, já foram viabilizados por meio do Programa, em todo o estado, mais de 300 projetos de instalação de placas solares fotovoltaicas em residências, comércios, propriedades rurais, órgãos públicos e indústrias.

Junto à implementação do Programa Goiás Solar, a Agência Goiana de Habitação lançou o Programa Casa Solar, que já entregou, desde o início deste ano, 189 unidades habitacionais de interesse social com o sistema fotovoltaico, sendo 149 casas populares em Pirenópolis e 40 em Alto Paraíso de Goiás. Segundo a superintendente, a geração fotovoltaica e a doação de lâmpadas LED proporcionam, nas moradias populares, uma economia significativa. De acordo com ela, nos estudos feitos pela Agehab, o consumo médio cai de 145 kWh mensais para cerca de 21,9 kWh mensais por moradia. Isso significa uma redução aproximada de 70%. A economia energética equivale evitar a emissão de 73,53 kg CO2 anuais por habitação na atmosfera.

Os municípios de Palmeiras de Goiás e Caçu já se preparam para a construção de mais 740 e 260 unidades, respectivamente, que estão em fase de cadastro para iniciar as etapas estabelecidas pelo Programa. O Goiás Solar propõe alianças estratégicas entre estado, universidades, municípios, empresas, instituições financeiras e sociedade civil organizada. Desde seu lançamento, o Goiás Solar tem conseguido promover o crescimento e capacidade instalada para geração centralizada e distribuída de energia solar; reduzir a carga tributária; articular a oferta de linhas de financiamento com prazos e juros competitivos; simplificar o processo de licenciamento; interceder junto às concessionárias para a simplificação e agilidade dos processos de habilitação dos empreendimentos e estimular a criação e desenvolvimento de empresas inovadoras, a partir de fontes renováveis.