Demanda por polissílicos de alta pureza está em alta, aponta a Make

Dificuldades financeiras de fabricantes deverá levar a um processo de consolidação entre 3 a 5 anos

Da Agência CanalEnergia Negócios e Empresas
05/04/2017

O excesso de capacidade de produção de polissilício em 2017 deverá direcionar a demanda para a fonte solar fotovoltaica com efeito misto, segundo classificou a Make em seu relatório sobre o mercado de fornecimento para a fonte. Enquanto o produto de pureza elevada deverá apresentar alto crescimento a de baixa pureza seguirá o sentido oposto. Tanto que há fabricantes que passaram a exigir pré-pagamentos pelos pedidos por produtos de alta pureza por meio de gradação e diferenciais de qualidade. A tarefa agora é a de oferecer volume a um custo mais baixo aumentando a confiabilidade para mercados novos e emergentes.

Apesar disso, em geral e em escala global, vários fabricantes da cadeia de valor permanecem em dificuldades financeiras. Com isso, a consultoria acredita que o mercado deverá ver uma consolidação adicional dessas empresas ao longo dos próximos 3 a 5 anos.

Por outro lado, o excesso de oferta de módulos resultou em uma redução de 37% no preço médio de venda em 2016. Essa condição deverá persistir em 2017, com uma oferta excedente esperada de algo próximo a 10GW. De acordo com o relatório da Make, o módulo ASP poderia facilmente chegar a 30 centavos de dólar por Watt em 2017. Além disso, monomódulos vêm desfrutando de popularidade crescente, o que pode causar instabilidade no ambiente de preços polissilício. Com isso, espera que os monomódulos ganhem participação de mercado significativa quando comparados aos multimódulos até 2021.

Já os níveis de Capex para a energia solar fotovoltaica estão em um declínio acentuado. A previsão é de que haja reduções adicionais de cerca de 20% em 2017. Os conflitos comerciais impedem que os níveis de investimentos nesses projetos recuem ainda mais em alguns mercados-chave. A aquisição de wafer externo aumentou para vários fabricantes, tornando-os mais vulneráveis ​​à volatilidade de preços. A maior parte dos processos de wafering estão baseados atualmente em serragem de arame de pasta, que tipicamente exibe perdas de cerca de 50%.